- Homem, 25 anos
- Sou de União da Vitória
- Paraná - Brasil
- Falo Português, gosto de Inglês
- Adoro Informática-Hardware-Kids






- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 30/10/2005 a 05/11/2005
- 02/10/2005 a 08/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005


Renascendo

Nightwish
A Final Dream


- Todas Bijuterias da Gatinha
- Flog sobre Carros (Guto)
- Flog da Vanessa Adriane
- TOM Gotic (Breathe no more)
- Novas Ilusões, by Observador
- Ava Adore
- As 14 Máscaras
- Comédia Virtual
- Cosas de La Vitta
- Jornal Blogacional
- Olhares e Palavras (Luara)
- Alguns Pensamentos (Natan)
- In Silent Night
- Espelho da alma
- Acrósticos
- Labelluna
- Ser comum não é chato, é chique...
- Das Montanhas
- Palavreando
- Nos Bares da Vida
- Carta aos Amigos
- O Madruga é Rei
- Le Coucher du Soleil
- Silvie
- A bolsa da Mulher
- Blog da Magui
- Flog da Flaviazinha
- Ilustrado
- LÁPIDE


- Dê uma nota para o Maktub

Indique esse Vôo

 

 




Olá pessoas, quantas vezes a ansiedade faz nós nos precipitarmos, agimos sem pensar e acabamos fazendo algo que nos arrependemos depois, acredito que isso pode e deve ser evitado para vivermos sempre fazendo o que nos deixa felizes, sempre sabendo exatamente o que temos que fazer, e só então agir. Por isso deixo uma pequena mensagem para refletirmos! Um abraço a todos e até a próxima!

 

Um explorador branco, ansioso para chegar logo ao seu destino no coração da África, pagava um salário extra para que os seus carregadores índios andassem mais rápido. Durante vários dias, os carregadores apressaram o passo.

Certa tarde, porém, todos se sentaram no chão e depositaram seus fardos, recusando-se a continuar. Por mais dinheiro que lhes fosse oferecido, os índios não se moviam. Quando, finalmente, o explorador pediu uma razão para aquele comportamento, obteve a seguinte resposta:

- Andamos muito depressa, e já não sabemos mais o que estamos fazendo. Agora precisamos esperar até que nossas almas nos alcancem.

 



-Está Escrito por: Ricardo GR às 13h21
[ | ] [ ] envie este escrito