- Homem, 25 anos
- Sou de União da Vitória
- Paraná - Brasil
- Falo Português, gosto de Inglês
- Adoro Informática-Hardware-Kids






- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 30/10/2005 a 05/11/2005
- 02/10/2005 a 08/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005


Renascendo

Nightwish
A Final Dream


- Todas Bijuterias da Gatinha
- Flog sobre Carros (Guto)
- Flog da Vanessa Adriane
- TOM Gotic (Breathe no more)
- Novas Ilusões, by Observador
- Ava Adore
- As 14 Máscaras
- Comédia Virtual
- Cosas de La Vitta
- Jornal Blogacional
- Olhares e Palavras (Luara)
- Alguns Pensamentos (Natan)
- In Silent Night
- Espelho da alma
- Acrósticos
- Labelluna
- Ser comum não é chato, é chique...
- Das Montanhas
- Palavreando
- Nos Bares da Vida
- Carta aos Amigos
- O Madruga é Rei
- Le Coucher du Soleil
- Silvie
- A bolsa da Mulher
- Blog da Magui
- Flog da Flaviazinha
- Ilustrado
- LÁPIDE


- Dê uma nota para o Maktub

Indique esse Vôo

 

 




Olá pessoas, o blog esteve praticamente um mês em stand by, peço desculpas aos que visitaram mais de uma vez e encontraram desatualizado, obrigado a todos que estiveram por aqui, agora já podem retornar a marcar presença deixando seus comentários e sugestões, apartir de hoje volto com frequência aqui, não tenho justificativa pela ausência, mas foi necessária! Um abraço à todos, e podem deixar que agora eu também volto a visitar o mundo blogueiro, tanto ou até mais do que antes. Deixo hoje um texto que pode vir a ser polêmico, deixem suas opiniões por favor!

Uma velha lenda peruana fala de uma cidade onde todos eram felizes. Seus habitantes faziam o que desejavam e se entendiam bem – menos o prefeito, que vivia triste porque não conseguia governar nada.

A prisão estava vazia, o tribunal nunca era usado, e o tabelionato não dava lucro, porque a palavra valia mais que o papel.

Um dia, o prefeito mandou virem operários de longe, que fecharam com tapume o centro da praça principal; ouviram-se martelos batendo, e serras cortando madeira.

No final de uma semana, o prefeito convidou a todos da cidade para a inauguração. Com solenidade, os tapumes foram retirados, e apareceu... uma forca.

As pessoas começaram a se perguntar o que aquela forca estava fazendo ali. Com medo, passaram a procurar a justiça para qualquer coisa que antes era resolvida de comum acordo. Recorriam ao tabelião para registrar documentos que antes eram substituídos pela palavra. E voltaram a escutar o prefeito, com medo da lei.

A lenda diz que a força nunca foi usada. Mas bastou sua presença para mudar tudo.



-Está Escrito por: Ricardo GR às 21h58
[ | ] [ ] envie este escrito